sexta-feira, 10 de agosto de 2012

"VERMOCRACIA" - NEM O LIXO ...

 O cartaxito já tem a pena quase mudada,está todo vaidoso com a roupa nova,vai ter de poupá-la,só terá outra para o ano.
 Uma libélula bem disfarçada.
Traça,é uma borboleta nocturna,em contra-luz,podem apreciar-se as patas muito especiais.

                                         *                                                                              *
VIVEMOS NUMA VERMOCRACIA.

Há dias desapareceu o balde do lixo do portão da quinta.Pensei,já nem os baldes do lixo escapam.
Liguei para o sector respectivo e eis a explicação:
Fizemos um estudo para reduzir os custos e esse foi um dos baldes a retirar.
Muito bem.
Claro que não teve nada a ver o facto de me ter manifestado contra a tourada e um dos elementos promotores e entusiasta ser do sector.
Não,são pessoas profundamente democratas e respeitadoras das opiniões dos outros.Como sempre.
Teve a ver,isso sim,o facto de ter setenta anos,estar a ficar pesado e precisar de fazer mais exercício.Assim,para bem da minha saúde,ou para me tratarem dela,pega lá vai levar o lixo ao balde mais próximo-2 (dois) quilómetros.
Só posso ficar agradecido.
Mais um caso de zelo.

E,enquanto a situação se não resolve,lá vou levar o lixo,não o quero acumulado à porta,é aí que se criam os vermes.

Acresce que a recolha de lixo é paga na factura da água.

Todos os dias,de manhã,antes de ir tomar banho verifico se há água,não vá também aí haver algum zeloso aficionado.
                                            *                                                                           *
Já que estou na vermocracia,aí vai :

http://entreasbrumasdamemoria.blogspot.pt/2012/08/queixa-crime-apresentada-no-diap.html

É esta a canalha que está a tomar conta do mundo.

mário

1 comentário:

  1. Vermocracia, gosto do nome! Embora goste pouco da realidade que o gera!

    ResponderEliminar